Laboratório Rocha

Rocha Online

Código: CPK

Nome: CREATINA FOSFOQUINASE - CK

Material: soro

Sinônimo: CK, Creatinofosfoquinase, CPK

Volume: 1.0 mL

Método: Cinético enzimático

Volume Laboratorial: 1.0 mL

Rotina: Diária

Resultado em: 12h

Temp.: Sob refrigeração

Coleta: Jejum não obrigatório. O paciente deve permanecer em repouso no mínimo 30 minutos antes da coleta. Suspender medicamentos a base de anfotericina B, captopril e propanolol.

Interpretação: Uso: marcador de lise celular para músculos cardíaco e esquelético. A CPK é uma enzima geralmente associada com a regeneração do ATP em sistemas contráteis ou de transporte. Sua função predominante ocorre nas células musculares, onde está envolvida no estoque de creatina fosfato (altamente energético). Cada ciclo de contração muscular resulta em uso de creatina fosfato, com produção de ATP. Isto resulta em níveis relativamente constantes de ATP muscular. A CPK é amplamente distribuída nos tecidos, com maiores atividades encontradas na musculatura esquelética, cardíaca e tecido cerebral. Outras fontes nas quais a CK está presente incluem bexiga, placenta, trato gastrointestinal, tireóide, útero, rins, pulmões, próstata, baço, fígado e pâncreas. Valores aumentados: infarto agudo do miocárdio, mixedema, distrofia muscular, stress muscular, polimiosite, dermatomiosite, miocardite, epilepsia, rabdomiólise, acidentes cérebro-vascular, injeções intramusculares, exercício extenuante, parto, após incisões cirúrgicas, hipertermia maligna, uso de cocaína, choque elétrico. Valores diminuídos: hipertireoidismo, neoplasia metastática, terapia com esteróides, doença hepática alcoólica, velhice e má nutrição (por massa muscular reduzida), artrite reumatóide, gravidez, uso de medicamentos (fenotiazina, prednisona, etanol), exposição a toxinas.

Referência: Homens : 25,0 a 232,0 U/L
Mulheres: 21,0 a 215,0 U/L

Voltar
desenvolvimento Burn web.studio